Exposição Shunji Nishimura: um imigrante empreendedor

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

12
Na entrada da exposição, o quadro doado pela família ao acervo do MHIJB (em 25/09/13) dá as boas-vindas aos visitantes. Na foto, da esq. para dir., Takashi Nishimura, Ignácio Moriguchi, Susumu Miyao, o cônsul Akira Suzuki, Kihatiro Kita, Jiro e Shiro Nishimura
Inaugurada no dia 10 de dezembro, com cerca de 70 convidados e a presença de membros da família, a exposição Shunji Nishimura: um imigrante empreendedor permanece aberta à visitação até o dia 28 de fevereiro de 2014.

A mostra conta a bem-sucedida trajetória de empreendedorismo do imigrante japonês que de uma pequena oficina com a placa “Conserta-se Tudo”, situada na cidade de Pompeia, há cerca de 470 Km da capital paulista; tornou-se o fundador da Máquinas Agrícolas Jacto S.A. – que hoje reúne uma dezena de empresas e exporta para 90 países.

Tendo experimentado o penoso trabalho da colheita de café, que machuca as mãos dos trabalhadores, Shunji Nishimura criou a primeira colheitadeira de café do mundo, com capacidade de produção equivalente a 100/150 homens, cujo lançamento, em 1979, propiciou a visita do então Vice-Presidente da República Aureliano Chaves à fábrica da Jacto.

Com seu espírito perseverante e o “sonho de ajudar os agricultores” também iniciou a Fundação Shunji Nishimura de Tecnlogia, que presta hoje relevantes serviços à educação técnica de vários níveis na cidade de Pompeia.

A exposição comemora os 105 anos da imigração japonesa no Brasil e o 35º aniversário da fundação do MHIJB.

Visitação: terça a domingo, das 13h30 às 17h30
Ingresso: R$ 6,00
Local: Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil – 8º andar
Rua São Joaquim, 381 – Liberdade – São Paulo – SP
Informações: (11) 3209-5465

Veja as imagens da abertura:
(fotos: Kenia Gomes)

{gallery}noticias/2013/dezembro/expo_shunji_nishimura:::0:2{/gallery}

Confira o calendário de eventos completo