pavilhaohome edificiohome museuhome kokushikan blibliotecaacervo bunkyonethome

Doação de Minoru Otsuka e as obras de modernização do Bunkyo

03Pronto, o resultado das obras já tem data para ser apresentado ao público. No dia 16* de dezembro, às 19h, será realizada a Cerimônia de Apresentação das Obras de Modernização do Bunkyo, ocasião em que a diretoria apresentará o trabalho desse quase um ano de reformas e instalação de novos equipamentos. E, é claro, “para brindar este momento de grande júbilo”, ressalta o presidente Kihatiro Kita, que coordenou pessoalmente a consecução das obras.

As obras, que envolveram as instalações do acervo do Museu Histórico da Imigração Japonesa, do Grande Auditório, Sala de Exposição, Ginásio de Esportes e Pavilhão Japonês, puderam ser viabilizadas graças à doação do empresário japonês Minoru Otsuka. O montante da doação foi de 100 milhões de ienes (aproximadamente um milhão de dólares), recebida no dia 28 de março de 2013, na Embaixada do Brasil em Tóquio.

05De acordo com o projeto de melhorias das instalações enviado ao empresário, foi estabelecida a divisão dos valores a serem utilizados – cerca de R$ 750 mil para o Grande Auditório, a mesma quantia para o Ginásio de Esportes e Sala de Exposição, aproximadamente R$ 500 mil para o Museu e R$ 35 mil ao Pavilhão Japonês.

Ao todo foram adquiridos 36 equipamentos de ar condicionado de diferentes capacidades para serem instalados nos três locais designados, além de uma série de obras de melhorias; tal como ocorreu com o Museu da Imigração Japonesa, que realizou uma ampla remodelação das instalações do 3º andar, que foi adaptado às necessidades de manutenção do acervo e dos pesquisadores.

13No Grande Auditório, como o próprio nome nos remete, os itens da reforma exigiram elevados recursos – além do ar condicionado, as instalações elétricas também demandaram elevados recursos e exigiram providências especiais para as obras. Quanto às poltronas, foram realizados vários levantamentos para sua substituição, chegando-se à conclusão de impossibilidade devido ao alto custo. A saída foi recorrer às amplas reformas das poltronas hoje existentes. Nos próximos meses estará sendo feita a pintura anti-chamas da parte interna do Grande Auditório, uma das exigências do Corpo de Bombeiro.

Completa essa lista de reformas relacionadas com o Grande Auditório, a escadaria de entrada do Edifício – onde foi instalado granito nos degraus e o antigo corrimão foi substituído por um de aço inox, atendendo às exigências das normas de segurança. Além da restauração da borda do palco e do carpete.

15Já as obras envolvendo o Ginásio de Esportes e Sala de Exposição, no Prédio Anexo, foram mais amplas visando transformar esses dois locais em Espaço Multiuso, destinado a eventos sociais. Assim, além da instalação dos equipamentos de ar condicionado, esses locais sofreram mudanças na distribuição de seu espaço.

O Ginásio de Esportes teve toda sua cobertura removida e trocada por outra nova, a Sala de Exposição teve seu assoalho de madeira trocado por piso cerâmico e as antigas janelas foram substituídas por vidros, dando sensação de maior amplitude ao local. Além disso, na parte da Garagem, na entrada para o prédio, foram feitas adaptações para funcionar um estacionamento e a entrada vip dos usuários ao Espaço Multiuso.

Além das complexas instalações elétricas, também foram adquiridos dois geradores de grande potência para atender às nossas necessidades de consumo dos equipamentos de ar condicionado, notadamente no Grande Auditório e Espaço Multiuso.

De acordo com o presidente Kita, um dos problemas, e até responsável pela longa duração das reformas, foi a necessidade de combinar o andamento das obras com a continuidade da programação rotineira da entidade.

11Lembra, por exemplo, a Exposição de Orquídeas, que recebe a cada edição perto de 30 mil pessoas em três dias e que, além do Salão Nobre, ocupa o Hall e o Grande Auditório; ou ainda o tradicional Gueinosai – Festival de Música e Dança Folclórica Japonesa, que além do Grande Auditório, também ocupa outros espaços, tais como Hall, Sala de Exposição (serviço de refeições) e Salas do 1º andar. Outra grande realização aconteceu no início de agosto com a visita do primeiro-ministro Shinzo Abe, que exigiu cuidados intensos para uma impecável recepção.

“Conseguimos, na maior parte dos eventos, conciliar com a reforma. Nenhum deles deixou de ser realizado, embora, de certa forma, tenhamos sacrificado parte das locações que, para a nossa entidade, é um item prioritário para sua manutenção”, ressalta o presidente Kita.

Kihatiro Kita ainda destaca que, atualmente, as obras estão em ritmo acelerado de finalização para que possam ser apresentadas aos convidados no próximo dia 16* de dezembro.

*corrigido em 1º de dezembro