pavilhaohome edificiohome museuhome kokushikan blibliotecaacervo bunkyonethome

Planejamento Comissões

Lições sobre liderança com importantes líderes

geralDois executivos de destaque no mercado, no último dia 16 de setembro, estiveram no palco do Grande Auditório para participar do evento “Conversando com Grandes Líderes”, organizado pela Comissão de Relações Empresariais com apoio da JCI Brasil-Japão e patrocínio da Fundação Kunito Miyasaka.
O evento contou com a presença de 450 pessoas e reuniu dois reconhecidos executivos no mercado: Emilio Umeoka, destaque em empresas globais de tecnologia e Luis Giolo, líder da Egon Zehnder, consultoria global de busca de altos executivos.


EmilioUmeokaEm um ambiente informal, Emilio Umeoka contou sobre sua trajetória pessoal e profissional, destacando as origens da sua família oriunda do Japão na década de 1930. Falou sobre a importância dos valores, do que aprendeu nos esportes, praticando natação quando adolescente e destacou a estabilidade e apoio da esposa e filhas nas grandes decisões.
Formado em Engenharia do Petróleo pela Universidade A&M do Texas, EUA, Emilio comentou ainda sobre a importância de ter aprendido inglês, de buscar a melhor formação, da preocupação em, constantemente, aprender e aceitar grandes desafios.
Umeoka tem uma carreira profissional de sucesso, primeiro como empreendedor depois como executivo em posições e em empresas de primeiro nível, como presidente da Compaq, presidente da Microsoft Brasil e posteriormente presidente na Ásia e em seguida em start-ups do Vale do Silício como Juniper e Splunk. Atualmente ocupa a posição de Vice Presidente Mundial de Vendas Corporativa na Apple, baseado em Cupertino, na Califórnia.
Durante sua exposição, Emílio falou sobre o conceito do “teto de bambu”, ou seja, do fato de que, na pirâmide das empresas em todo mundo, cerca de 20% dos postos de trabalhos são ocupados por asiáticos, mas essa porcentagem vai se reduzindo à medida em sobe na área executiva.
Conta que faz parte do grupo Ascend Pan-Asian Leaders, criado pela Stanford Business, que reúne descendentes de japoneses, coreanos e chineses com o objetivo de trabalhar com muitos dos valores arraigados na tradicional cultura desse grupo que, algumas vezes, inibe a ascensão ou sucesso nas empresas globais. Uma das propostas é o da conscientização desses paradigmas e buscar formas de enfrentar essas barreiras.
Emilio destacou também a importância de atuar de maneira firme em pelo menos 20 grandes decisões de vida. Estas devem ser refletidas, discutidas com mentores e pessoas em quem você confia, pois podem levar para diferentes rumos. Finalizou resumindo com estas dicas:
* Case com a pessoa certa; família em primeiro plano.
* Planeje suas escolhas e decisões.
* Adapte-se, pois nem sempre o seu plano dará certo…
* Aproveite a vida, aprecie seus amigos e mentores.
* Seja um eterno aprendiz.

LuisGioloO segundo palestrante, Luis Giolo passou várias dicas sobre o perfil do profissional de sucesso e como as empresas buscam os seus talentos.
Construindo em cima de várias experiências de grandes executivos e do próprio Emilio, Giolo falou da importância do atingimento de metas nas empresas, mas destacou também que a forma de atingi-las, às vezes, é mais relevante por meio de competências e comportamentos que devem ser constantemente aprimorados.
Comentou ainda sobre formação funcional na área especifica (ex: finanças, marketing, etc…) mas que a longo da carreira, devem ser expandidas para competências de pensamento e organizacionais e na gestão de pessoas.
Complementou destacando a importância do autoconhecimento para então fortalecer os seus pontos fortes e desenvolver as debilidades.
Finalizou ressaltando que, profissionais de sucesso cresceram por que aceitaram grandes desafios, fora de sua zona de conforto, com coragem, clareza, sabedoria e pertencimento, formando equipes de alto desempenho.

DebateFlaviaTakeyAo final das palestras, na fase de debates, Flávia Takey, sócia diretora da Consultoria BCG, Boston Consulting Group, foi encarregada de liderar a sessão, organizando as perguntas enviadas pela plateia via WhatsApp. Foi um momento em que Umeoka e Giolo puderam esclarecer vários pontos e trazer mais conteúdo ao evento.
Gioji Okuhara, presidente da Comissão de Relações Empresarias do Bunkyo, destacou a presença no público de jovens abaixo de 25 anos de idade, cujas informações dos palestrantes, certamente, “inspirou-os fortemente para o futuro”.
Ressaltou ainda que “a entidade continuará a promover eventos empresarias de alto nível, buscando fortalecer cada vez mais a conexão entre Brasil e Japão, através de valores, cultura e pessoas lideres em suas áreas para beneficio da sociedade brasileira e global”.