Comitê Administrativo – Exercício de 2014

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Comissão de Administração Geral / Eventos
1. Assessorar a administração geral, os setores financeiro, contábil e de recursos humanos da entidade;
2. Dar suporte às unidades administrativas Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil; Pavilhão Japonês e Centro Esportivo Kokushikan Daigaku, e ao Condomínio Edifício Bunkyo;
3. Elaborar e encaminhar projetos culturais e educacionais subsidiados pela JICA;
4. Realizar cerimônias festivas do Ano Novo (1º de janeiro) e do aniversário do Imperador (dezembro);
5. Promover a Homenagem aos Idosos de 99 anos;
6. Participar de eventos da comunidade nipo-brasileira (por exemplo, Festival do Japão, Exposição de Orquídeas);
7. Promover recepções de boas-vindas, despedidas, homenagens e comemorações;
8. Editar o livro sobre a história do Bunkyo, versão em português e
9. Dar apoio ao 25º Prêmio “Itoen” de Haiku.

Comissão Patrimonial
1. Promover a administração e manutenção do Edifício Bunkyo:
a) Cuidar da locação dos auditórios, ginásios e salas;
b) Manter a limpeza, controle de vigilância e segurança patrimonial (terceirizado);
c) Participar da administração do condomínio (terceirizado);
d) Manter e conservar a Biblioteca, Pequeno Auditório e Sala de Exposição;
e) Manter e conservar o Ginásio de Esportes;
f) Administrar o estacionamento (terceirizado);
2. Dar continuidade às providências de regularização do Edifício Bunkyo junto aos órgãos públicos
a) Obter a aprovação das obras e instalações de equipamentos previstos em projeto aprovado pelo Corpo de Bombeiros.

Comissão de Administração do Pavilhão Japonês
1. Administrar e conservar as instalações do Pavilhão Japonês e da exposição permanente do acervo de arte japonesa;
2. Cuidar da criação de Nishiki-Goi (carpas coloridas);
3. Cuidar da manutenção do Jardim Japonês;
4. Promover e organizar as visitas monitoradas de escolas públicas e privadas;
5. Promover o “Hina Matsuri”, “Kodomo-no-hi” e “Mês da Cultura Japonesa” (Bunka no Hi);
6. Assessorar a diretoria na complementação dos trabalhos de restauro e descupinização da estrutura de madeira, iniciados em julho de 2013, pela Nakashima Komuten, do Japão.
7. Assessorar a diretoria na retomada da elaboração do projeto paisagístico visando ampliar a área de abrangência do Pavilhão Japonês e do Memorial em Homenagem aos Imigrantes Pioneiros Falecidos (Ireihi), em conjunto com a Prefeitura Municipal de São Paulo, Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil, com apoio do Consulado Geral do Japão em São Paulo;
8. Desenvolver e consolidar as relações com as instituições governamentais na esfera municipal, estadual e federal visando a sustentabilidade e desenvolvimento de novos projetos;
9. Promover o intercâmbio cultural com entidades congêneres internacionais e
10. Realizar a cerimônia de comemoração dos 60 anos de inauguração do Pavilhão Japonês.

Comissão de Administração do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil
1. Administração rotineira do museu
a) promover a divulgação da Lei Rouanet em empresas japonesas e a colaboração que as empresas privadas poderiam estar prestando ao Museu através desta lei de Incentivo Cultural; b) buscar novas fontes de verbas públicas de auxílio cultural, promovidas por governos federal (IBRAM=Instituto Brasileiro de Museus), estadual (SISEM= Sistema Estadual de Museus de São Paulo) e municipal (Lei Municipal de incentivo fiscal para a realização de projetos culturais); c) realização de exposições especiais no Museu e também fora do Museu, em outras localidades do Estado de São Paulo ou em outros Estados e/ou até mesmo no exterior, se houver possibilidades de intercâmbio; d) divulgação do site do Museu e sua atualização; e) publicação do “Notícias do Museu” (Shiryokan Dayori), dentro do site do Museu; f) implementação das reformas dos ambientes administrativos e reservas técnicas do 3º andar, dentro do projeto da Reforma sob patrocínio do sr.Otsuka-Japão.
2. Digitalização e Banco de dados do Museu – O Projeto de criação do banco de dados digitalizados do Museu, Archive Project, administrado em fundo específico, desvinculado da administração cotidiana do Museu está concluído na maior parte dos itens e em 2014 estará sendo feita a correção e a revisão total, para dar credibilidade às informações.
a) conclusão da digitalização do livro de Tombo (conclusão em dezembro de 2013); b) digitalização do acervo de fotos, através de escaneamento e inserção de dados (previsão de conclusão em 2014); c) digitalização do acervo de objetos, cujos dados já foram finalizados e em andamento a complementação de registro fotográfico; d) concluída a inserção no Banco de dados, das informações sobre os dados referentes ao acervo áudio-visual e em 2014 será finalizado com informações complementares e imagens; e) revisão e correção do Banco de dados do projeto Ashiato; f) divulgação e exposição dos itens concluídos.
3. Estratégia para o futuro
a) dar continuidade ao Projeto Kimono, aprovado na Lei Rouanet, que consiste de uma exposição chamada “A arte do Quimono”, cuja primeira etapa foi realizada em 2013 no palácio Bandeirantes, como uma ação para o desenvolvimento de uma campanha de captação de recursos para a constituição de uma reserva técnica apropriada. As demais etapas serão desenvolvidas ao longo de 2014, com planos de uma exposição no Museu Oscar Niemeyer, de Curitiba, Paraná;
b)consolidar o intercâmbio e cooperação entre os diversos museus nacionais e internacionais;
c) realizar estudos para autonomia administrativa do Museu;
d) implementar a reforma da área expositiva do Museu, nos 7º, 8º e 9ºandares, baseada nos estudos desenvolvidos em conjunto com o Centro de Estudos Nipo-Brasileiros ao longo de 2013;
e) implementar o Projeto de Modernização e Acessibilidade do Museu, aprovado na Lei Rouanet para 2014, de adequação do Museu às normas de acessibilidade de local público, com a instalação de uma plataforma de acessibilidade entre o 8º e o 9º andar e instalação de um sistema de audio-guide nos 3 andares.
4. História oral dos imigrantes japoneses
a) dar continuidade ao projeto de História Oral, colher depoimentos orais e visuais dos homenageados “hakujusha” (idosos de 99 anos) no Bunkyo e de pessoas selecionadas que possam contribuir para o enriquecimento da história da imigração japonesa no Brasil.

Comissão de Administração do Centro Esportivo Kokushikan Daigaku
1. Administrar e conservar as instalações do Centro;
2. Coordenar o 18º. Festival das Cerejeiras, promovido em conjunto com entidades da região (28 e 29 de junho);
3. Abrigar o campeonato de Mallet Golf e de Encontros de Jovens e
4. Planejar e executar formas de melhor utilização do ginásio e demais áreas desse conjunto.

Comissão Jurídica
a) Reuniões ordinárias mensais, de fevereiro a dezembro;
b) Análise e manifestação (parecer ou recomendações) sobre assuntos jurídicos de interesse do Bunkyo e de seus associados, submetidos à apreciação pela Diretoria;
c) Realizações de dois seminários, no mínimo, sobre temas de interesses do Bunkyo e de seus associados.

Comissão de Planejamento Estratégico
1. Preparar o orçamento anual e acompanhar sua execução;
2. Preparar o orçamento plurianual de investimentos, a análise e avaliação das alternativas de fontes de recursos para investimentos e
3. Promover a consolidação dos trabalhos dos três Pilares da Entidade (Administrativo, Cultural/Social e Relacionamento)

Comissão de Marketing e Comunicação
1. Editar e publicar o anuário das atividades “Colônia”;
2. Redigir e publicar o boletim informativo “Bunkyonews”;
3. Redigir e divulgar o informativo eletrônico “Bunkyoe-news”;
4. Estruturar a assessoria de imprensa da entidade;
5. Redigir, atualizar e manter o site Bunkyo (www.bunkyo.org.br);
6. Planejar e montar um Banco de Dados com informações relacionadas ao setor de comunicações da entidade;
7. Realizar estudos para a edição da Revista Cultural da entidade;
8. Incrementar as mídias sociais;
9. Estruturar as ações de incentivos fiscais e captação de recursos;
10. Revitalizar e padronizar a marca e comunicação integrada da entidade;
11. Desenvolver e implementar repositório de informações, catálogo de serviços e lista de contatos dentro do Bunkyonet;
12. Gerar conteúdo relevante para as entidades da comunidade japonesa e disponibilizá-las no Bunkyonet e
13. Estimular o uso deste conteúdo junto aos associados do Bunkyonet e fomentar a discussão em torno dele.

(Aprovada na 145ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo, realizada em 14 de dezembro de 2013)

Confira o calendário de eventos completo