Bunkyo recebe a visita do vice-ministro Sonomura: em pauta, o Japan House

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

1 abre Sonoura chegada PavilhaoNos dias 19 e 20 de janeiro, esteve em São Paulo o vice-ministro parlamentar Kentaro Sonomura para visitar uma série de instalações, incluindo as mantidas pela comunidade nipo-brasileira.

Com as comemorações dos 120 anos do Tratado de Amizade Japão-Brasil, o governo japonês, por meio do Ministério dos Negócios Estrangeiros, planeja para o próximo ano a implantação do projeto “Japan House” em vários países do mundo, entre eles, o Brasil, na cidade de São Paulo.

Em São Paulo, junto à comunidade, o vice-ministro, acompanhado de sua comitiva, visitou as instalações do Pavilhão Japonês e esteve na sede do Bunkyo, no bairro da Liberdade. Alí esteve no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, reuniu-se com deputados nikkeis e conheceu também as instalações do Bunkyo que recentemente foram reformadas com os recursos doados pelo empresário japonês Minoru Otsuka.

Bunkyo deseja sediar o Japan House
2 Sonoura PavilhaoDesde que foi anunciado o projeto “Japan House”, a diretoria do Bunkyo, liderada por seu presidente Kihatiro Kita, tem feito gestões visando convencer o governo japonês da possibilidade de sua implantação no Bairro da Liberdade.

Certamente a expectativa com a visita do representante do Ministério dos Negócios Estrangeiros, vice-ministro Sonomura, está centrada na definição quanto ao local onde será instalada a sede do Japan House.

3 sonoura museu entradaEste é um projeto criado em julho de 2014 pelo governo japonês com a finalidade de estabelecer uma porta de entrada para se conhecer o “Verdadeiro Japão”. Também visa fortalecer o engajamento do Japão com o público no exterior por meio da divulgação das informações e aplicação de recursos de várias instituições e organizações, tanto públicas como privadas, e assim aumentar a compreensão dos aspectos culturais, sociais e econômicos do país.

Ainda, de acordo com as informações veiculadas no site do Consulado Geral do Japão em São Paulo (no artigo – Encontro para obter informações do projeto “Japan House (nome temporário) em São Paulo), por meio desse projeto, pretende-se oferecer diversas atividades em áreas como o ensino de línguas e de intercâmbio cultural e, ao mesmo tempo, formar conhecedores e apreciadores da cultura Japonesa.

4 sonoura museu 8 andarNesses meses que antecederam às decisões relacionadas ao Japan House, bem como a coleta de dados para estudos pelos japoneses, várias pessoas e/ou organizações manifestaram suas opiniões e/ou sugestões visando colaborar com as providências. Nesse sentido, o próprio Consulado promoveu um encontro para tratar sobre esse tema, realizado no último dia 17 de dezembro, e até o dia 22 de dezembro recebeu, via e-mail, as opiniões e sugestões daqueles que não puderam participar do evento.

O Bunkyo, desde o primeiro momento em que esse projeto passou a ser veiculado, tem se colocado como candidato para sediar esse projeto. E tem como alegações uma série de itens que remontam desde sua fundação, há exatamente 60 anos.

5 sonoura museu 3 andarEstamos nos referindo à construção, em 1954, do Pavilhão Japonês no Parque Ibirapuera, um monumento que simboliza a retomada da amizade e continuidade do intercâmbio. Sua construção foi realizada pelo governo japonês com a colaboração da comunidade nipo-brasileira e foi presenteado à cidade de São Paulo que comemorava os 400 anos de fundação.

Esse momento histórico de reorganização das relações no seio da comunidade nipo-brasileira, trouxe como um dos resultados, em 1955, a fundação da Sociedade Paulista de Cultura Japonesa (que posteriormente muda sua denominação refletindo a amplitude de sua atuação). Ela já nasceu com uma enorme responsabilidade – cuidar da manutenção do Pavilhão Japonês. E, mais, atuar como entidade representativa da comunidade nipo-brasileira, não só para promover a preservação como a divulgação da cultura japonesa em nosso país.

Assim, as propostas contidas no projeto Japan House poderiam se somar ao papel que vem sendo desempenhado pelo Bunkyo, bem como fortalecer e ampliar sua atuação como entidade representativa dos nipo-brasileiros e do Japão no país.

Ao mesmo tempo, a instalação desse projeto no Bairro da Liberdade, local referência de fama nacional e internacional da presença da comunidade nipo-brasileira, poderá promover a revitalização da região levando às melhorias de suas instalações e atraindo mais público. Além disso, a Liberdade é um dos locais em que apresenta a maior concentração de universidades na cidade de São Paulo, e é famoso por sua vitalidade pulsante devido aos numerosos universitários.

6 Sonoura 9 andar politicosÉ importante destacar, igualmente, as instalações do Bunkyo, cujo edifício-sede foi inaugurado em 1964, cujos espaços possuem dimensões privilegiadas se comparadas às construções atuais. É famoso, por exemplo, o Grande Auditório que, com seus 1.100 lugares, é um dos poucos na cidade de São Paulo.

Além da ampla capacidade para sediar eventos de diferentes portes, as recentes obras de modernização estão proporcionando mais conforto aos seus usuários com a instalação de ar condicionado e reformas da instalação de várias salas.

Confira o calendário de eventos completo