Dia 6 de junho, exibição do documentário “Yami no Ichinichi”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

filme“Yami no Ichinichi – O Crime que abalou a Colônia Japonesa no Brasil”, o documentário que enfoca o conflito sangrento vivido pela comunidade nipo-brasileira logo depois do final da Segunda Guerra, será exibido no próximo dia 6 de junho, no Memorial da Resistência de São Paulo, na zona central da capital paulista.

O filme tem como protagonista Tokuichi Hidaka que, em 1946, aos 19 anos, foi um dos autores do assassinato do coronel reformado Jinsaku Wakiyama, considerado “traidor” pelos integrantes do grupo chamado de “kachigumi” (vitoristas, ou seja, que acreditavam na vitória do Japão).

Após a exibição do filme, será realizado um debate reunindo o prefeito da cidade de Ubatuba, Maurício Moromizato, que lidera o projeto de criação de um memorial na Ilha Anchieta em homenagem à passagem dos 172 imigrantes japoneses naquele local; Masayuki Fukasawa, jornalista, escritor e pesquisador do referido tema e Mario Jun Okuhara, diretor do documentário e estudioso do tema.

hidakaPresença ainda da Dra. Inês Virgínia Prado Soares, doutora e mestre em Direito pela PUC-SP. Ela é Procuradora Regional da República, faz parte do Conselho Administrativo do Núcleo Memoria e atua como co-líder do Grupo de Pesquisa Arqueologia da Resistência da UNICAMP. Tem experiência na área de Direitos Humanos e Direitos Culturais, com ênfase em Patrimônio Cultural, Arqueologia e Direito à Memória Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: direitos e bens culturais, patrimônio arqueológico, ditadura e justiça de transição.

O debate terá a mediação de Maurice Politi (integrante do Núcleo Memória) e faz parte da série “Sábado Resistente”.

Serviço
Exibição do “Yami no Ichinichi – O Crime que abalou a Colônia Japonesa no Brasil”
Data/hora: 6 de junho de 2015, sábado, das 14h às 17h30
Local: Memorial da Resistência de São Paulo – Auditório Vitae – 5º andar
Largo General Osório, 66 – Luz – São Paulo – SP
Informações: (11)3335-4990
Entrada Franca

Sinopse: No ano de 1946, a brutal repressão contra os estrangeiros – iniciada na ditadura do presidente Getúlio Vargas – prossegue sobre a população japonesa. As restrições impostas pelo Estado Novo impedem qualquer forma de comunicação em língua japonesa, impedindo que os imigrantes tenham conhecimento da situação do Japão durante a Segunda Guerra Mundial. Desta forma, uma violenta discórdia é desencadeada dentro da comunidade japonesa no Estado de São Paulo, provocando mortes e ferimentos. “Yami no Ichinichi – O Crime que abalou a Colônia Japonesa no Brasil” traz a saga de Tokuichi Hidaka que, em 1946, aos 19 anos, foi um dos autores do assassinato do coronel reformado Jinsaku Wakiyama, em crime atribuído a uma entidade denominada Shindo Renmei (Liga dos Caminhos dos Súditos). Entregou-se à polícia com o restante do grupo e cumpriu 15 anos de prisão. Em liberdade, sofreu a punição da colônia japonesa: foi discriminado, condenado ao ostracismo, sem oportunidade para contar a sua versão. Décadas mais tarde, Hidaka retorna ao presídio da Ilha de Anchieta para reconstruir a memória da época e encontrar o sentido da sua vida no Brasil.

Confira o calendário de eventos completo