Paisagista Noboro Mizukawa morre aos 87 anos em Presidente Prudente

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

podaO paisagista Noboro Mizukawa morreu aos 87 anos neste domingo (14), em Presidente Prudente. Ele estava há três dias internado em um hospital da cidade e não resistiu a uma cirurgia de emergência.

De acordo com o presidente da Associação Nipo-Brasileira da Alta Sorocabana, Toshio Koketsu, Mizukawa nasceu na Província de Okayama, no Japão. “Ele morava há muito tempo em Prudente e aprendeu o ofício com seu pai. Ele cultivava bonsai, fazia esculturas, além de escrever ideogramas, kanji”, disse.

Entre as grandes obras realizadas em Prudente está a revitalização da Praça das Cerejeiras, no Jardim Cinquentenário, em comemoração ao centenário da imigração japonesa. “É uma perda irreparável para a colônia japonesa, pois não temos mais pessoas que fazem o que ele fazia”, lamentou Koketsu.

O corpo do paisagista Noboro Mizukawa foi sepultado no final da tarde deste domingo (14), no Cemitério São João Batista, em Presidente Prudente. Ele era viúvo e deixa filhos e netos.

Informações: Heloise Hamada / Do G1 Presidente Prudente

Além das atividades na região, Noboro Mizukawa vinha de tempos em tempos a São Paulo e cuidava dos jardins do Pavilhão Japonês, no Parque Ibirapuera. Em especial, era ele quem efetuava as podas nos matsu (espécie de pinheiro) que são importantes referências deste local. Estas árvores em miniatura são monumentos vivos da passagem de ilustres visitantes, sendo um deles plantado pelo atual lmperador Akihito, em 25/05/1967, ocasião em que o Príncipe Herdeiro, acompanhado da Princesa Michiko, esteve em visita oficial ao Brasil.

Abaixo texto de Toshio Koketsu, presidente da Hansoro – Associação Cultural Nipo-Brasileira da Alta Sorocabana (Presidente Prudente), sobre o paisagista Noboru Mizukawa.

Noboru Mizukawa nasceu em 01 de outubro de1928, natural de Kurashiki na Província de Okayama no Japão. Em 1930, no mês de maio, com 3 anos de idade, veio para o Brasil acompanhado de seus pais (Tetsuo e Shizue). Inicialmente, como outros imigrantes, seus pais partiram para o interior paulista onde experimentaram a primeira atividade na cafeicultura na Fazenda Santa Rita, localizada no município de Ribeirão Preto.

De lá, eles passaram pelos municípios de Catanduva, Olímpia, Paraguaçu Paulista, Presidente Bernardes e, finalmente, a família veio a residir em Presidente Prudente e se estabeleceu no ramo de marmoraria, onde o Sr. Noboru aprendeu a profissão. Seu pai era profissional na área de escultura e construção de jardim oriental, que com sua habilidade deixou várias obras nos templos e nas praças em várias cidades do interior. Com o falecimento do seu pai em 1989, Sr. Noboru resolveu continuar no mesmo ramo por cerca de 20 anos.

Voltou a sua terra natal para adquirir mais conhecimentos na área da construção de jardins orientais, bem como se aprimorar no cultivo de Bonsai.

Desde 1987, começou a participar nas tradicionais Festas de Ovo de Bastos, onde idealizou a ornamentação na entrada do recinto: um Monte Fuji “TAMAGO FUJI” feito de ovos brancos no topo representando a neve e vermelhos nas encostas e bases.

Em Presidente Prudente, nas Festas de Sushi-Fest e nos Nikkei Fest, além da exposição de seus produtos, nunca lhe faltou a criatividade na ornamentação do recinto alegrando os olhos dos visitantes. Em todos os eventos há presença marcante de seus trabalhos. A riqueza impressa nas suas obras tem caracterizado mais ainda a proeminência da sua personagem que dedica com espírito donativo a perpetuar a cultura japonesa.

Basta citar alguns exemplos que ficaram como presentes para serem sempre lembrados das visitas de celebridades como: Governador das Províncias de Fukushima e de Ehime; há também duas enormes placas comemorativas com nome dos atletas gravados e erguidas ao lado do campo de baseball da ACAE, cujas competições de amizades ocorreram com a equipe brasileira contra as equipes das universidades de Wasseda e de Keiwo, nas comemorações de Cinquentenário e outro no Centenário da Imigração Japonesa no Brasil. Houve ainda várias outras visitas importantes, as quais estão registradas nos blocos de granitos lapidados, entre eles o Embaixador e Cônsules do Japão com suas frases esculpidas nas lápides, na maioria, contendo mensagens filosóficas deixadas para incentivar os imigrantes e seus descendentes.

Uma de suas grandes obras é a remodelação da Praga das Cerejeiras: Sr. Mizukawa coordenou os trabalhos, com a ajuda incomensurável do seu amigo Luis Yukiti Saito, a praça recebeu novos componentes que deram um toque especial nipônico. Com apoio do Poder Público Municipal que disponibilizou o uso de suas máquinas pesadas e caminhões com os quais foram transportadas toneladas de terra e pedras de diversos tamanhos. Foram erguidos diversos monumentos, mais variedades de plantas ornamentais foram colocadas e, assim, a praça que tinha superfícies planas, com a elevação do solo em alto relevo, ganhou a conotação das paisagens típicas orientais. Hoje a praça se tomou um ponto de referência aos prudentinos e visitantes.

Mas suas obras não pararam só em Presidente Prudente, na comemoração do Centenário da lmigração, Sr. Noboru acompanhou a construção de grandes obras em Barretos e na cidade de Guaíra na região de Araraquara. O seu prestigio chegou a ultrapassar os limites do Estado de São Paulo e foi para o Estado do Paraná, nas cidades de Cascavel, Apucarana e Maringá; em Santa Catarina a cidade de Joinville também tem suas marcas. As cidades de Jaú, Ribeirão Preto, Dracena, Tupi Paulista, Promissão, Ribeirão Preto, Presidente Prudente e Álvarez Machado, também foram agraciadas pelos seus trabalhos.

Uma das coisas mais marcantes que o Sr. Mizukawa conta: que se sente honrado e orgulhoso em ser convidado pelo BUNKYO de São Paulo para efetuar as podas e cuidar de um MATSU (espécie de pinheiro) existente no Parque Ibirapuera, na Capital, o qual foi plantado pelo atual lmperador Akihito em 25/05/1967 quando o casal esteve em visita oficial ao Brasil como Príncipe Herdeiro acompanhado da Princesa Michiko. Anualmente, a cada 3 ou 4 meses, o Sr. Noboru vai à Capital para cuidar da referida árvore. Em 2015, no dia 28 de outubro, o Bunkyo recebeu a visita oficial do Príncipe Akishino, filho mais novo do imperador Akihito do Japão, e sua esposa Kiko, que estiveram no Brasil para comemorar os 120 anos de relações bilaterais entre os dois países, o Sr. Noboru antes esteve lá para cuidar da lembrança deixada pelo Imperador.

HOMENAGENS RECEBIDAS:

Sr. Noboru Mizukawa, pelos seus inestimáveis trabalhos e obras executadas em benefício das coletividades, merecidamente recebeu numerosas homenagens e certificados de participação:

14-06-1996: Fundação Museu Histórico Municipal de Presidente Prudente;
03-05-2005: Homenagem recebida do Jornal O Imparcial,
08-08-2005: Câmara Municipal de Presidente Prudente;
02-04-2008: UNIESP de Presidente Prudente — Centenário da Imigração;
19-06-2008: Câmara Municipal de Presidente Prudente — Centenário da Imigração;
15-08-2008: Bunkyo de São Paulo — Centenário da Imigração Japonesa;
04-09-2008: ACAE — Centenário da Imigração Japonesa;
28-08-2010: Governador da Província de Okayama — Massahiro Ishi;
23-08-2015: Governador da Província de Okayama — Kota Ibaragui, na comemoração de 50 anos de fundação da Associação de Okayama-kenjinkai.

Confira o calendário de eventos completo