84º Concerto Bunkyo aos Domingos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

84 concertoO Concerto Bunkyo aos Domingos apresenta neste final de semana, dia 11 de março, às 11h, o recital da soprano Judith Weinstock, acompanhada pelo pianista Daniel Gonçalves. A entrada é franca e será realizada arrecadação de alimentos (menos sal e açúcar) em prol do Kodomo-no-Sono.

Residindo em Berlim, onde trabalha como arquiteta, Judith não deixou de se dedicar à música. Desde 1991, vem realizando projetos musicais e concertos na Alemanha e no Brasil, cantando Wolfgang Amadeus Mozart, Felix Mendelssohn Bartholdy, Antonin Dvorak, Richard Strauss, Johannes Brahms e Gustav Mahler.

Na apresentação do 84º Concerto Bunkyo aos Domingos o público será brindado com sua voz em obras de Gustav Mahler, um dos mais importantes compositores mundiais, Heitor Villa-Lobos, o mais famoso compositor brasileiro de música erudita no Brasil e no exterior, e Kosaku Yamada, compositor e fundador da primeira orquestra profissional do Japão.

Quem conduz a solista com atuação impecável é Daniel Gonçalves, mestrado em correpetição no Royal Conservatoire da Escócia, que já participou de produções de ópera e recitais de gala no Theatro São Pedro e em montagens da Cia de Ópera Curta. O talento do pianista pode ser conferido na Escola Municipal de Música, no Coro Acadêmico da Osesp e no Opera Studio do Theatro Municipal de São Paulo.

PROGRAMA

GUSTAV MAHLER (1860 –1911)
• Des Antonius von Padua Fischpredigt
• Lob des Hohen Verstandes

HEITOR VILLA-LOBOS (1887 – 1959)
• A Moreninha (Prole do Bebê Nr. 1)
• O Polichinelo (Prole do Bebê Nr. 1)
• Canide Ioune-Sabath (Três Poemas Indígenas)
• Papae Curumiassú (Canções Brasileiras)
• Nozani-Na (Canções Brasileiras)
• Teirú (Três Poemas Indígenas)
• Xangô (Canções Brasileiras)
• Môkôcê cê-Maká (Canções Brasileiras)
• Sertão no Estio (Cântico Brasileiro)
• Serenata (Seresta Nr. 13)
• Vôo (Seresta Nr. 14)
• Canção de Cristal
• Viola quebrada (Canções Brasileiras)
• Adeus Ema (Canções Brasileiras)

KOSAKU YAMADA (1886 – 1965)
• Kono Michi

SERVIÇO

84º Concerto Bunkyo aos Domingos
Recital da soprano Judith Weinstock (acompanhada ao piano por Daniel Gonçalves)
Data: 11 de março, domingo, a partir das 11h
Local: Pequeno Auditório do Bunkyo – Prédio Anexo
Rua São Joaquim, 381 – Liberdade – São Paulo – SP (próx. Estação São Joaquim do Metrô)
Informações: (11) 3208-1755 / contato@bunkyo.org.br

 

JUDITH WEINSTOCK
Germano-brasileira, natural de São Paulo, a soprano iniciou seus estudos musicais na infância, sob orientação de sua mãe Cläre Weinstock; e foi aluna de piano na Escola Magdalena Tagliaferro. Em meados de 1980, formou-se em arquitetura na Faculdade Mackenzie. Emigrou para Alemanha, onde atualmente trabalha como Arquiteta, em Berlim. No novo país, tornou-se aluna de Miharu Koga e da cantora lírica Brigitte Eisenfeld (professora de excelente reputação). A partir de 1991, vem realizando projetos musicais e concertos, na Alemanha e no Brasil, cantando Wolfgang Amadeus Mozart, Felix Mendelssohn Bartholdy, Antonin Dvorak, Richard Strauss, Johannes Brahms e Gustav Mahler. Desde 2010, é aluna de Kathrin Feiburg, cantora pianista e organista. Em 2016, iniciou sua pesquisa com a obra de Heitor Villa-Lobos e divulga continuamente composições pouco conhecidas, mesmo no Brasil; sendo acompanhada do pianista Mario Häring ou com formações de câmera de membros de orquestras profissionais e amadoras em Berlim. Em 2017, iniciou o Projeto-Villa-Lobos-Berlin, com a colaboração do violoncelista brasileiro prof. Matias de Oliveira Pinto, do Instituto Ibero-Americano em Berlim (IAI), da Deutsch Brasilianische Gesellschaft (DBG) e da Embaixada Brasileira em Berlim.

DANIEL GONÇALVES
Concluiu seu Mestrado em correpetição no Royal Conservatoire da Escócia, onde estudou com Julya Lynch, Tim Dean, Oliver Rundel e Duncan Williams. Nesta mesma instituição recebeu o prêmio de correpetidor do ano em 2011 e o prêmio “Leonard Hancock” para correpetidores em 2012. No Brasil, teve sua base musical na Escola Municipal de Música, tendo aulas com Rosa Corvino, Luciana Sayure e Marisa Lacorte. Trabalhou como correpetidor nos Festivais de Ópera de Belém e de Manaus, no Festival Eleazar de Carvalho, em Fortaleza, Festival de canto, em Trancoso, entre outros. Participou de produções de ópera e recitais de gala no Theatro São Pedro e em montagens da Cia ópera curta. Foi pianista oficial do Concurso brasileiro de canto “Maria Callas” e do Concurso Internacional “Marcello Giordani”, na Itália. Participou como solista, ao lado da Camerata Cantareira sob regência de Sergio Chnee, da gravação do CD com obras do compositor brasileiro Jean Goldenbaum, e a convite do compositor realizou um recital em Berlim com suas obras. Atualmente é pianista correpetidor da Escola Municipal de Música, do Coro Acadêmico da Osesp e do Opera Studio do Theatro Municipal de São Paulo.

Confira o calendário de eventos completo