10º Bunkyo Rural será realizado em Adamantina (SP)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

10º Bunkyo RuralNos dias 27 e 28 de setembro, a cidade de Adamantina, no interior do Estado de São Paulo, será sede do 10º Encontro Bunkyo Rural, um evento itinerante que visa o desenvolvimento e a difusão de técnicas agrícolas junto aos produtores rurais, estudantes e pesquisadores do setor.

Promovido pela Comissão Bunkyo Rural, o evento deste ano tem como tema “Tendências para o Agronegócio”, conta com o apoio da ACREA – Associação Cultural, Recreativa e Esportiva de Adamantina e será realizado no Clube de Campo da CAMDA.

A proposta é promover o intercâmbio de ideias e conhecimentos entre os produtores da região e a extensa programação propõem o desenvolvimento das capacidades e iniciativas dirigidas às atividades administrativas, além de abordar soluções e inovações nas áreas relacionadas ao setor, bem como possíveis caminhos para o futuro das atividades relacionadas ao setor agrícola.

As vagas são limitadas e as inscrições gratuitas. A abertura do evento será feita pelo ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, que vai falar sobre o Cooperativismo e a Agricultura Familiar, atividades relevantes na região.

Entre os demais palestrantes estão especialistas da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, do Instituto Agronômico (IAC), da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da FATEC Pompeia, da UNESP Dracena e da UNIFAI – Centro Universitário de Adamantina, que vão tratar de assuntos relacionados ao manejo do solo para produção animal, fruticultura, produção orgânica, além de cultura de mandioca e soja e agricultura de precisão.

No Dia de Campo, os participantes terão visitas programadas às instalações da CAMDA para conhecer o confinamento de bovinos e processo IATF e a produção de bokashi, além de visitar áreas de produção de mandioca e de frutas.

Em uma mostra paralela, os interessados poderão conversar com representantes da • Fazenda Eldorado • Leite Joia • APPRAR • Café Pacaembu • Frangos Alimenta • Queijos Monte Alegre • Sementes Crioula de Paulicéia • Tatiana Jô • Izabel Gil • Produtores da Itesp.

Também estarão em exposição equipamentos, tecnologias e produtos das empresas • Small Farm – JACTO • Genética para Pecuária • Minho Fértil • Proteto • Sementes Matsuda • Minercamda • Sistema IATF – CAMDA • Piraí Sementes • Adubos Yoorin.

Veja programação completa em: www.bunkyorural.com.br

Para quem estiver na capital, teremos condução até o evento em Adamantina. Os interessados podem entrar em contato com a Secretaria do Bunkyo pelo telefone (11) 3208-1755 ou e-mail contato@bunkyo.org.br

X ENCONTRO BUNKYO RURAL
Tema: Tendências para o Agronegócio
Data: 27 e 28 de setembro de 2019 (sex / sáb)
Cerimônia de abertura: 27 de setembro, sexta-feira, 8h30
Local: Clube de Campo da CAMDA
Rod. Comandante João Ribeiro de Barros, Km 602 (Adamantina-SP)

VAGAS LIMITADAS
Inscrições gratuitas pelo site: www.bunkyorural.com.br

Informações:

– em São Paulo: (11) 3208-1755

– em Adamantina:
Gerson Haga – (18)99792-1052
Vagner Oliveira – (18)99719-4192
Denilson Burkert – (18)98119-1610
Noriko Saito – (18)99752-4699

Ônibus saindo de São Paulo (R$ 160 – ida e volta)
26/09 (qui), às 22h: Saída de São Paulo (Rua São Joaquim, 381 – Liberdade, São Paulo-SP)

Sugestão de hotéis em Adamantina:

IPÊ HOTEL: (18)3522-5037
www.ipepalacehotel.com.br

SOLARIUM PARK HOTEL: (18)3521-1561
www.solariumparkhotel.com

HOTEL ABAPORU: (18)3522-8400
www.hotelabaporu.com.br

REALIZAÇÃO:

Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – Bunkyo
ACREA – Associação Cultural, Recreativa e Esportiva de Adamantina

PATROCÍNIO: • Fundação Kunito Miyasaka • CAMDA • Honda • Nutrisafra • Sakata • Koppert • Café Fazenda Aliança • Sakura • Grupo NK • Bejo • Korin • Jacto • Takii Seed • Sansuy • Yanmar

APOIO: • Prefeitura Municipal de Adamantinas • CKC Chuo Kaihatsu Corporation • APTA • UNIFAI • Governo do Estado de São Paulo

SOBRE ADAMANTINA

Localizada a 582 km da capital do Estado de São Paulo, sua história está associada à Companhia de Agricultura, Imigração e Colonização (CAIC) que, em 1937, voltou sua atenção para a zona do espigão do Aguapeí-Peixe, reiniciando a colonização da região em continuidade ao processo que já havia começado no Estado. Em 1938, foi iniciada a abertura das estradas laterais de penetração e, sob a direção do engenheiro Alberto Aldwini, também a venda de terras. O plano de colonização da CAIC dividiu a gleba em pequenos lotes, eliminando o latifúndio e formando propriedades com área média de 10 alqueires, todas servidas por água e estradas. O surto cafeeiro e a chegada da ferrovia com ponto final no município proporcionaram o rápido crescimento de Adamantina e da área que se estendia até o Rio Paraná, fazendo convergir, para a região, passageiros e a produção agrícola. Mesmo com todo o progresso pelo qual passou a cidade não perdeu suas características de cidade do interior, sendo ainda conhecida pela agropecuária e pela vida rural em geral, mas hoje também se destaca por um comércio forte e bem estruturado e a cidade conta com três Instituições de Ensino Superior, duas Estaduais – FATEC e UNIVESP e uma Municipal – UNIFAI, inclusive com curso de medicina.

Confira o calendário de eventos completo