Kokushikan: participe do projeto “Cerejeiras para o Futuro”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Centro Kokushikan, localizado em São Roque, está lançando o projeto “Cerejeiras para o Futuro”, com o plantio de 287 novos pés de cerejeiras (sakurá) em áreas pré-determinadas.

Esse plantio das cerejeiras será feito por meio de doação cujos recursos arrecadados visam superar as adversidades provocadas pelo covid-19, bem como promover a continuidade das ações voltadas à preservação da cultura japonesa em nosso país.

O Kokushikan, distante 50 quilômetros da Capital, possui uma área aproximada de 23 alqueires, sendo cerca de 8 alqueires cobertos de mata nativa.

Anualmente, no mês de julho, realiza-se o concorrido Festival das Cerejeiras Bunkyo, reunindo mais de 25 mil visitantes. São familiares e amigos que, além da beleza dos 400 pés floridos de sakurá (alguns como mais de 30 anos!), são atraídos pelas atrações da cultura japonesa preparados especialmente para a ocasião.

“Desejamos incrementar o papel do Kokushikan como um dos legados dos imigrantes japoneses”, afirma o presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa. “Assim, montamos esta Campanha não somente como uma alternativa aos recursos para manutenção desse local, como também, um caminho de sustentabilidade do Kokushikan com ações que vão valorizar ainda mais a beleza natural desse local, tendo como uma das atrações a flor símbolo do Japão”, acrescenta.

Cerejeiras no Kokushikan em junho deste ano Crédito: Roberto Kakazu

Os bosques das cerejeiras

Localizada numa área privilegiada de São Roque, que se destaca por suas atrações turísticas, “o Kokushikan pretende oferecer novos elementos que ressaltem ainda mais nossas qualidades como local de referência da cultura japonesa”, afirma Silvio Iamamura, presidente da Comissão de Administração do Kokushikan.

Assim, nasceu o Projeto Cerejeiras para o Futuro, buscando o apoio de toda a comunidade para o plantio de novos pés de cerejeiras em diferentes áreas do Kokushikan.

Celso Mizumoto, coordenador da Campanha explica que os bosques serão distribuídos em quatro áreas que serão identificadas com os marcos: 112 anos da imigração japonesa no Brasil que somará 112 novas mudas, na área do estacionamento próximo ao local onde se realiza atualmente o Festival das Cerejeiras; 65 anos de fundação do Bunkyo totalizando 65 novas mudas de cerejeiras a serem plantadas na área central do Kokushikan; 60 anos de Sua Majestade Imperador Naruhito e início da Era Reiwa com 60 novas mudas de cerejeiras a serem plantadas na área central do Kokushikan e o Bosque da Prosperidade, ao redor do Pavilhão Kazuo Harasawa que está em fase adiantada de construção com 50 novas cerejeiras.

“É simbólico a escolha do titulo de nosso projeto, Cerejeiras para o Futuro”, revela Silvio Iamamura, “queremos que essa campanha possa consagrar a participação das famílias e deixar registrado em cada pé de cerejeira o nome de cada um dos doadores por muitos anos”. Explica que cada uma das árvores terá uma placa de metal para identificar o doador ou a pessoa de sua indicação (pai, mãe, filho, filha, neto, por exemplo).

“O Bunkyo, por meio de contrato, compromete-se, sem qualquer custo adicional, a cuidar da manutenção dessas árvores por dez anos”, acrescenta Mizumoto.

Esclarece que, além do plantio da muda, cuidados para sua manutenção, a entidade prevê o replantio se a planta morrer. A localização de cada muda será feita por meio de QR CODE que estará gravada em placas de identificação de metal (que será mantida em local visível)

Cerejeiras no Kokushikan – Créditos: Roberto Kakazu

Para participar do projeto

Mizumoto informa que os interessados podem entrar em contato com o Bunkyo para efetuar a doação e assinatura do contrato.

O valor da doação para cada muda é R$ 1.000,00 que pode ser pago em até 10 vezes.

Mais informações pelo tel.: (11) 3208-1755 ou e-mail: atendimento@bunkyo.org.br

Confira o calendário de eventos completo