Homenagem aos idosos 2020 – Hakujusha Hyoushou

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A tradicional homenagem que o Bunkyo presta aos idosos nikkeis com mais de 99 anos, “Hakujusha Hyoushou”, foi realizada em formato diferente em 2020. A cerimônia que estava prevista para o dia 28 de junho foi cancelada em vista da pandemia da Covid-19 e os diplomas junto com o presente da Fundação Kunito Miyasaka foram enviados através do serviço postal. No total 27 pessoas foram inscritas para a homenagem.

Kazuko Hirazawa Oota

Nascida em 6 de novembro de 1920 na província de Shizuoka, chegou ao Brasil em 1928 junto com a família.A foto é da comemoração dos seus 100 anos na cidade de Lins onde reside. Ela teve 7 filhos, 18 netos e 10 bisnetos.

Tojiro Hino

Nasceu na província de Shimane em 14 de setembro de 1921 e chegou ao Brasil em 1934. Inicialmente foi para Cafelândia em São Paulo, depois mudou-se para o Paraná. Lá viveu em Arapongas, Colorado e atualmente mora em Londrina. Foi membro ativo na comunidade nikkei, incentivando a preservação da cultura japonesa e participando das associações locais.

Shigeyuki Morinishi

Nascido em 6 de junho de 1921 na província de Tokushima, veio para o Brasil aos 13 anos. Empenhou-se com fervor na divulgação do “Kyouiku Chokugo” (antigas diretrizes educativas baseadas na fidelidade ao imperador). Faleceu no dia 24 de maio de 2020 e a família reuniu-se no dia dos pais para prestar uma homenagem em Itatiba onde residia.

Masue Doi

Nasceu em 6 de setembro de 1920 na província de Aichi, chegando ao Brasil com 7 anos. Faleceu aos 100 anos no dia 3 de junho de 2020. Na fotos seus filhos e netos mostram a homenagem recebida.

Tadakuni Yasunaga

Terceiro filho do casal Yasunaga que veio da província de Kumamoto para o Brasil, o Sr. Tadakuni nasceu em 25 de março de 1921. Estabelecido na cidade de Promissão ele teve 8 filhos, 29 netos e 13 bisnetos. E, somando os descendentes dos seus irmãos, o clã Yasunaga conta com 450 pessoas espalhadas pelo Brasil, na sua maioria, envolvidos em atividades da comunidade nikkei. Faleceu no dia 23 de outubro de 2020.

Tamae Ito Tamanishi

Nascida na província de Aichi no dia 23 de junho de 1921, chegou ao Brasil em 1930. Viveu na cidade de Assis em São Paulo onde casou-se e teve quatro filhos. Mais tarde mudou-se para Arapongas no Paraná e depois para Santo André, onde participou ativamente da associação japonesa local e do templo Honpa Hongwanji. Cerca de um mês após completar 100 anos, ela faleceu.

Masato Hirasawa

Nasceu na província de Nagano em 19 de março de 1921 e veio para o Brasil aos 15 anos. Morou em Mirandópolis, Paraguaçu, Marília, Pederneiras e Londrina, onde foi membro ativo das entidades nikkeis locais. Em 2008 recebeu uma condecoração do Ministro das Relações Exteriores do Japão.

Aiko Higuchi

Nascida em 3 de janeiro de 1921 na província de Yamaguchi, mora no Paraná.

Toyo Shigueno

Nascida em 25 de março de 1921, vive em Tatuí / SP.

Masako Suzuki

Nascida em 10 de março de 1921 na província de Shimane, vive em Bastos / SP.

Haru Takahashi

Nascida em 17 de outubro de 1921 na província de Yamagata, vive em Belém / PA.

Misako Ono

Nascida em 28 de setembro de 1921 na província de Hokkaido, vive em Pereira Barreto / SP.

Miyoe Saka

Nascida em 12 de março de 1921 na província de Wakayama, vive em São Paulo.

Masao Toyama

Nascido em 20 de novembro de 1921 em Okinawa, vive em Santos / SP.
Toki KanayamaNascida em 23 de fevereiro na província de Hokkaido, vive em Cotia / SP.

Shigee Wada

Nascida em 7 de agosto de 1921 na província de Kochi, vive em São Paulo.

Outros homenageados: Masahumi Segawa, Mihoko Minowa, Masashi Ushikoshi, Suya Yamamura, Minoru Nakayama, Kohei Yuda, Tomie Korin, Yai Matsutake, Misao Sato, Ryukichi Horikawa e Takao Nagatomo

Confira o calendário de eventos completo