O Menino e a Garça, de Hayao Miyazaki, ganha data de lançamento no Brasil

Compartilhe

 

Com distribuição da Sato Company, “O Menino e a Garça”(Kimi-tachi wa Dou Ikiru ka) do diretor Hayao Miyazaki ganha data de estreia no Brasil. Vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme de Animação, na 81ª edição da premiação, realizada no último domingo, dia 07 de janeiro,  vem sido bem recebido pelo público. E tem data de estreia para o dia 22 de fevereiro em todos os cinemas do Brasil.

Com pré-estreia exclusiva no dia 04 de fevereiro, antes do lançamento nos cinemas. Será realizado no Sato Cinema no Bunkyo (Rua São Joaquim, 381 – Liberdade, SP), a sessão será as 14h e às 19h (*edit: devido à alta procura, foram disponibilizadas mais 2 sessões às 9h e às 11h20). Ingressos pelo ingresso.com.

Também terão novas sessões da pré-estreia nos dias 10 e 11 de fevereiro no Sato Cinema. Com horários às 10h, 12h20, 14h40, 17h e 19h20. 

O filme foi lançado no Japão em julho de 2023 após mais de 6 anos de produção, e foi divulgado por um marketing que não usou nem imagem nem trailer, o que não impediu o seu sucesso instantâneo. Passando da marca dos US$ 100 milhões globalmente, apenas na segunda semana em cartaz. O Menino e a Garça é o primeiro filme do Studio Ghibli a chegar no topo de bilheteria nos EUA e no Canadá. No pais de origem atingiu os US$ 56 milhões, superando outros filmes do diretor como “O Castelo Animado”.

O filme é inspirado no livro How Do You Live (1937), do autor japonês Genzaburo Yoshino, apesar disso Miyazaki investe em uma trama semiautobiográfica, feita a mão. A história se passa no Japão durante a Guerra do Pacífico (1941-1945), Mahito um menino de 15 anos, parte em uma jornada sobre crescimento espiritual, pobreza, vida e morte.

O elenco de voz original traz Soma Santoki, Masaki Suda, Takuya Kimura e Aimyon. Também com a interpretação do cantor Kenshi Yonezu da música Chikyuugi (“Globo Terrestre”).

O filme também está indicado ao Critics Choice, e pré-indicada ao BAFTA e ao Oscar, com boas chances de sair vitorioso.

Sobre o diretor

Natural da cidade de Akebono-cho em Tóquio, Hayao Miyazaki nasceu no dia 5 de janeiro. Seu desejo por se tornar um artista de mangás veio desde a época da escola, até que ingressou na Universidade Gakushuin, e se formou em ciência política e economia em 1963. No mesmo ano foi contratado pela Toei Animation, onde deu início a sua carreira como animador intermediário.

O diretor passou por diversos cargos durante a sua vida, fazendo parte da criação de animações prestigiadas em outras empresas como A Production, Zuiyõ Eizõ e Tokyo Movie Shinsha. Um tempo depois decidiu se juntar a Takahata, Tokuma e Suzuki para fundar o Studio Ghibli em julho de 1985, começando um novo ciclo na indústria da animação japonesa.

Os seus filmes tratam sobre diversos temas como por exemplo, a relação do homem com a natureza e a tecnologia como em “Vidas ao Vento” e “Nausicaä do Vale do Vento”. A integridade de padrões de vida naturais e tradicionais, a importância da arte e perícia e a dificuldade de manter uma ética pacifista em um mundo violento.

O seu filme de estreia no meio cinematográfico foi com longa-metragem, “Castelo no Céu” em 1986, o filme conta a história de Sheeta, uma jovem orfã que possui um colar misterioso e se junta ao mineiro Pazu, na jornada em busca a cidade flutuante. Foi o filme animado de maior arrecadação do ano no Japão. Atualmente Meu Amigo Totoro é o carro chefe do diretor, lançado em 1988.

Sobre a Sato Company

Sato Company foi fundada em 1985 como distribuidora de filmes para a homevideo, e com o passar do tempo ampliou o seu conteúdo para outras áreas, como: cinema, televisão, produção de conteúdos e licenciamento de produtos. A empresa é referência na propagação da cultura japonesa por ser distribuidora de produções como: Akira, Ghost in the Shell, National Kid, Ultraman, Jaspion, Jiraiya, Cybercop, entre muitos outros tokusatsus marcantes.

Foram os primeiros agregadores de conteúdo da Netflix da América Latina selecionando filmes, séries e documentários nacionais e internacionais de produtoras independentes, além de representar produções brasileiras no mercado internacional.

Atualmente a Sato representa emissoras internacionais para o Brasil, como Telefe, KBS, NTV (Nippon Television), entre outros.

Confira o calendário de eventos completo