Lançamento: o livro do intercâmbio Brasil-Japão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

DSC06672“Omoi yo” (nossa, é pesado!) foi o comentário bem humorado do cônsul-geral Takahiro Nakamae ao receber das mãos da presidente do Bunkyo, Harumi Arashiro Goya, o exemplar “Intercâmbio Cultural Brasil-Japão”, oficializando o lançamento do livro.

Em seguida, o coordenador da publicação, o jurista Dr. Kiyoshi Harada, fez a entrega ao presidente da Fundação Kunito Miyasaka, Dr. Roberto Nishio.

DSC06629A reação do cônsul-geral Nakamae foi recebida com naturalidade e risos, afinal, ao todo são 756 páginas, em papel couchê, no tamanho de 21,5cm x 30,5cm.

O fato é que o comentário dele somou-se ao momento descontraído de confraternização reunindo autoridades, diretoria e convidados (muitos dos 57 autores!) para comemorar o lançamento do livro.

O jurista Dr. Kiyoshi Harda, coordenador da obra, em sua saudação ressaltou a importância desse trabalho destacando que o Bunkyo “traz a luz esta obra coletiva” e com isso, “estamos cumprindo um dos objetivos institucionais de incentivo ao intercâmbio cultural entre o Brasil e o Japão”.

DSC06641Entre os autores que colaboraram na elaboração dos textos, destaca o coordenador, estão também especialistas não-nikkeis que abordaram temas envolvendo os dois países como Edson Simões, Elisa Mara Garcia e Rosana Chiavassa. Sobre os nikkeis, muitos deles fizeram o confronto entre os dois países e “revelaram uma perfeita integração sem perder a sua identidade”.

“Queremos projetar a nossa imagem no cenário nacional”, ressalta Dr. Harada. “para que todos possam saber que esta é uma entidade centrada na comunidade nipo-brasileira e aborda pessoas que compõem a elite do pensamento nacional e cultural”.

DSC06657Nos 32 capítulos do livro, temos – sempre buscando os pontos de confronto entre os dois países – assuntos que abordam um extenso universo. Entre os temas gerais destacam-se: organização do Estado, sistema jurídico, sistema educacional, sistema de saúde, segurança pública, odontologia, ciência e tecnologia, Grupo Parlamentar, preservação do meio ambiente, preservação dos valores históricos e culturais.

Na economia: indústria, energia e transporte. E há ainda esporte, religião e crenças e hábitos e costumes. Especificamente na área cultural estão: teatro, música, museus, literatura, escultura, desenho animado, culinária, cinema e arte do papel.

Com o brinde a cargo do vereador Aurélio Nomura, encerrou-se o cerimonial – “Viva, Saúde, Banzai”, e então os aproximadamente 120 convidados puderam saborear o coquetel e buscar o autógrafo dos autores.

Serviço

O livro “Intercâmbio Cultural Brasil-Japão” está à venda na secretaria do Bunkyo (térreo), no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil (9º andar), na Biblioteca do Bunkyo (2º andar do Prédio Anexo) e no Pavilhão Japonês localizado no Parque Ibirapuera. Custa R$ 120,00.

{gallery}noticias/2016/outubro/livro_intercambio_cultural/evento::::0{/gallery}

Confira o calendário de eventos completo