8º FIB: transformar potencial em perfomance

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

10 08out 8FIB 066 “O mundo está mudando, aliás vai mudar sempre. Esta é uma realidade, mas diante desta realidade, pode-se escolher alguns caminhos”, afirma Roberto Otake, coordenador do 8º FIB – Fórum de Integração Bunkyo, para ressaltar, “o que não pode é estar fazendo as mesmas coisas esperando resultados diferentes”.

Este foi o recado do coordenador Otake, na manhã de sábado, dia 8 de outubro, no Salão Nobre, na abertura do Fórum que teve como tema “Transformando Potencial em Performance”.

09 08out 8FIB 057 Ao lado do coordenador, o deputado federal Walter Ihoshi que tem prestigiado o evento desde suas primeiras edições, além de ressaltar que “o evento nasceu da iniciativa dos jovens no Bunkyo, liderados por Marcelo Hideshima”, destacou a importância do legado recebido dos imigrantes.

Já a presidente Harumi Arashiro Goya, ao ressaltar o empenho de todos na organização do evento, destacou a presença dos jovens de diferentes locais, fazendo questão de chamar nominalmente cada um dos grupos representantes.

05 08out 8FIB 037 Inicialmente, falou dos 23 jovens integrantes da Hansoro (Associação Cultural Nipo-Brasileira da Alta Sorocabana) – o grupo mais numeroso – que veio acompanhado pelo presidente Toshio Koketsu (que participa desde a primeira edição do Fórum).

Destaque ainda para os participantes da Associação Nipo-Brasileira de Bragança Paulista, Associação Cultural Japonesa de Ribeirão Preto, Associação Mineira de Cultura Nipo-Brasileira de Belo Horizonte, Associação Japonesa de Santos, Associação Nipo-Brasileira de Mogi das Cruzes, Associação Cultural Esportiva e Agrícola de Suzano, União Nipo-Brasileira de São Bernardo do Campo, União Esportiva São Paulo Norte, Associação Cultural e Esportiva Saúde, Kibô-no-Iê, Ikoi-no-Sono, Associação Panamericana Nikkei, ABJICA, Associação Okinawa Kenjinkai do Brasil, entre outros.

03 08out 8FIB 026 Na sequência, Fernando Matsumoto, vice-coordenador do 8º FIB, tratou em sua palestra sobre “Organizações Sociais e Conectividade” introduzindo conceitos para a reflexão ao tema do Fórum.

“Nossa vida está conectada para sempre”, afirma , destacando que hoje, de manhã, os jovens, ao chegar a uma cafeteria, antes do “Bom Dia, me dê um café”, eles perguntam, “tem wifi?” ou “qual é a senha?”.

Durante a palestra, Matsumoto apresentou uma série de dados numéricos que evidenciam a rede de conectividade, tal como o Facebook e aplicativo WhatsApp que envolvem milhares de pessoas no mundo inteiro.

22 08out 8FIB 135 “Você tem duas opções: ficar restrito à conectividade ou pegar e ganhar com isso”, instiga o palestrante, antes de relatar uma série de cases de sucesso envolvendo diversas organizações sociais.

“A conectividade não tem mais volta”, aponta, e aconselha “melhor pensar numa forma de conectividade” ao se referir às entidades nipo-brasileiras.

06 08out 8FIB 042 Antes do almoço, os 135 participantes foram brindados com duas significativas palestras. A de abertura, do cônsul-geral Takahiro Nakamae, que destacou os “pensamentos e ideias” pessoais decorrentes da “experiência de trabalho”, abordando diversos temas relacionados à comunidade nikkei (acompanhe a íntegra da palestra).

07 08out 8FIB 045 Já o diretor executivo da Associação de Nikkeis e Japoneses no Exterior, Masayoshi Morimoto, veio pela terceira vez consecutiva ao Brasil especialmente para participar deste 8º FIB. Ele tratou sobre “a importância dos líderes das entidades nikkeis na manutenção da cultura” (acompanhe a íntegra da palestra).

Nesta parte, para deleite de muitos jovens, Akemi Matsuda, embaixadora Kawaii do Brasil falou sobre a moda Lolita e a cultura Kawaii.

19 08out 8FIB 125 Ela, que é professora e interprete de língua japonesa, fez um retrospecto da moda Lolita no Brasil e no Japão, e informou que a “moda Lolita trabalha com o visual boneca e busca a inocência”, e que “este é um estilo de vida”.

Conta que ela própria desenha seus modelos e, atualmente, desenvolve sua própria marca (Sweet Mimi) e organiza eventos, tal com o Mimi Party e Loliday.

Idosos: vencendo barreira dos internautas

28 08out 8FIB 184 Os trabalhos da tarde do sábado foram dedicados inteiramente às redes sociais, com destaque ao Facebook.

A primeira apresentação foi da jornalista e professora de pós-graduação em mídias sociais da Universidade de Taubaté, Kelly Nagaoka, que tratou sobre “O poder do Facebook para as entidades nikkeis”.

35 08out 8FIB 233 Na sequência, Tatti Maeda, publicitária, especialista em redes sociais e inovação digital, e consultora em marketing digital, abordou sobre “Melhores práticas na utilização das redes sociais para gerar engajamento”.

Na sequência, os participantes puderam participar do workshop relacionado às redes sociais, organizado pelos representantes da ABEUNI – Aliança Beneficente Universitária.

Após o workshop, o público conheceu o caso de sucesso do Hospital Pequeno Príncipe de Curitiba (PR), o maior do Brasil especializado em atendimento pediátrico.

40 08out 8FIB 258 Felipe Bullek, analista de novos projetos do Hospital, apresentou, entre outras informações, os resultados conquistados via Facebook, tal com a Rede de Mobilização pela Vida, que funciona há quatro anos.

Para finalizar as atividades, a palestrante Patrícia Takehana tratou sobre os resultados obtidos com a Campanha FIB em Redes Sociais.

42 08out 8FIB 290 Esta Campanha foi projetada pela Comissão Organizadora do Fórum, a partir do mês de abril, envolvendo entidades interessadas. Por meio da inscrição, a entidade estabeleceu uma campanha via Facebook e, com a orientação dos voluntários especialistas da Comissão, ela foi colocada em prática. A entidade vencedora foi premiada com uma viagem ao Japão patrocinada pela Qatar Airways.

“Havia grande preocupação com o sucesso desta Campanha que, para nós, era estratégico, pois ao tratar sobre as redes sociais, gostaríamos de apresentar resultados concretos conquistados e vivenciados pelos participantes”, conta o coordenador Roberto Otake.

A despeito do pessimismo de alguns, Otake considera que a iniciativa alcançou sucesso: “15 entidades manifestaram interesse, mas sete delas participaram ativamente”.

A participação na Campanha

58 09out 8FIB 116 “Ao aceitar participar desta Campanha não avaliamos o tamanho do desafio. Como usar o Facebook para a atenção dos jovens da era digital para os assuntos que ainda estão out na vida deles”, conta Izumu Honda, vice-presidente do Ikoi-no-Sono – Assistência Dom José Gaspar, que abriga 78 idosos (a mais velha tem 102 anos!).

Na realidade, a resposta apareceu naturalmente, só precisou aguçar sua sensibilidade e descobriu que “os bons exemplos também chamam a atenção até dos jovens”.

55 09out 8FIB 105 Izumu conta que, certo dia, ao entrar numa das alas do Ikoi-no-Sono, percebeu uma movimentação incomum, um vozerio diferente, com muito internos em fila. Eles esperavam sua vez para comprar a ficha de R$ 1,00 e, depois, escolher livremente os ingredientes para o chá da tarde. Ficou chocado ao saber que aqueles respeitados velhinhos tinham de enfrentar a fila por conta disso. “O quê? Um real pelo chá tarde? Impossível que o Ikoi não tenha condição de pagar para cada um deles!” O indignado Izumu quase foi linchado pelos funcionários que promoviam a tal casa de chá…

Isso porque o evento funciona assim: um dia no mês, os internos estão liberados para “comprar” (escolher) o que desejam comer – chá, doce, bolacha, etc. – “tudo que estiver à venda”. É um momento de comer o que quiser (e pagar, mesmo que simbolicamente, por isso), o que contribui para elevar sua autoestima.

56 09out 8FIB 109 “Depois da bronca, foi que percebi o semblante de alegria de cada um dos internos com aquele divertido ‘faz de conta’”, confessa Izumu, e, é claro, esse fato destacando os internos como protagonistas acabou virando chamada para o Facebook com “Leia Mais” para o site da entidade.

Outra vez, ao chegar na entidade, Izumu viu que os internos se preparavam para o desfile com a tocha olímpica, alguns com as medalhas de ouro, prata e bronze. Uma iniciativa dos funcionários que confeccionaram esses ícones em papel colorido e, como acontecia no Rio de Janeiro, também colocaram os internos para participaram do desfile de abertura dos Jogos Olímpicos.

57 09out 8FIB 111 Medalha de Ouro para a equipe do Ikoi: o vídeo postado no dia da abertura dos jogos foi visto por 80 mil pessoas.

“Para quem acompanha o cotidiano de uma casa de repouso de idosos também convive com a morte deles”, afirma o vice-presidente, “e isso é um acontecimento inevitável e previsível, mas como abordar essa questão para o público em geral?”

Izumu conta que sentiu o peso dessa responsabilidade com a morte de Seiro Takayama, aos 98 anos de idade, um dos mais conhecidos fotógrafos da comunidade nipo-brasileira. “Mesmo internado no Ikoi, ele continuou exercendo o ofício e se tornou o nosso fotógrafo oficial. A cada evento que ele cobria, recortava e colava as fotos em cartolinas e promovia a exposição delas num dos corredores. Assim, em nosso site, anunciamos que o responsável por essas fotos já não estava entre nós, e preferimos destacar o seu trabalho e as imagens que ele eternizou em vida”.

Essa matéria recebeu 10 mil visualizações.

60 09out 8FIB 126 Izumo conta que, ao montar o projeto para participar da Campanha do FIB dividiu-a em três fases: a primeira que chamou de eventos envolvendo as atividades de voluntários, tal como os cantores que se apresentam na entidade ou realizam outros trabalhos, principalmente os jovens. A segunda trata sobre as atividades institucionais também envolvendo os idosos como nossos protagonistas e realizadores e, a terceira, envolvendo material de conteúdo enfocando o tema da velhice com todas as suas implicações.

45 08out 8FIB 311 De acordo com ele, participar da Campanha do FIB foi “extremamente valioso para dar visibilidade à entidade. Antes, a cada nova postagem, alcançávamos de 300 a 400 visualizações, agora, em 2 ou 3 dias, conforme o tema chegamos de a 2.000. Ficamos felizes ainda por termos vencido o concurso e mais felizes ainda com o prêmio (uma viagem ao Japão) que só ficamos sabendo dele há uma semana”.

51 09out 8FIB 045 No encerramento do FIB, na manhã do domingo, os destaques foram a palestra do jornalista, consultor e professor de mídias digitais, especialista na criação de conteúdo online, Paulo Silvestre, sobre “A importância das redes sociais na formação da opinião e dos hábitos de consumo dos brasileiros”; e o debate com a mediação de Fernando Matsumoto sobre “Como foi a experiência de utilização das redes sociais para gerar engajamento”, envolvendo os participantes da Campanha FIB em Redes Sociais.

RESULTADOS DA CAMPANHA EM REDES SOCIAIS FIB

43 08out 8FIB 294 A blogueira pós-graduada em Planejamento e Produção, com MBA em Comunicação com o Mercado, Patricia Takehana, apresentou os “Resultados e melhores práticas da Campanha FIB em redes sociais” durante o 8º FIB.

Segundo os organizadores, a ideia da Campanha era incentivar uma competição saudável em que todos os participantes pudessem aprender. Aqueles que se esforçassem mais, conquistando melhores resultados, seriam premiados – embora todos saíssem ganhando por conseguir dar mais visibilidade para as ações de suas entidades. Assim, o Facebook foi escolhido como campo para essa disputa de pontos.

Patrícia explica que foram sete entidades que participaram efetivamente da campanha: ABEUNI, Associação Mineira de Cultura Nipo-Brasileira, Associação Japonesa de Santos, Comissão de Jovens do Bunkyo, Federação das Associações Nikkeis de Santa Catarina, Ikoi-no-Sono e Interkaikans Beneficente (3 associações culturais, 3 entidades jovens e 1 entidade assistencial, respectivamente).

44 08out 8FIB 297 “Como destaques dessa ação, temos a divulgação da cultura japonesa e nipo-brasileira por meio de posts de todos os participantes. Os assuntos foram diversos, como história, educação, artes, cinema, tecnologia, etc. e sempre de forma relacionada ao trabalho realizado por cada entidade.”, ressalta. Em resumo, a cada post publicado ganhava-se pontos, e quanto maior o engajamento dessas publicações, maior ficava a pontuação.

Outra questão relevante foi a integração que aconteceu entre as associações no próprio Facebook, com “entidades ajudando a divulgação de eventos e atividades umas das outras, compartilhando conteúdos e crescendo juntas”, destacou Patrícia. “Assim, o FIB transportou seu objetivo de integração e colaboração entre as associações para o mundo digital”.

Uma das entidades que aproveitou a oportunidade oferecida pelo 8º FIB foi o Ikoi-no-Sono. “Com posts frequentes, pertinentes ao trabalho realizado e com o melhor índice de engajamento (curtidas e compartilhamentos), consequentemente com maior alcance (visualizações de cada post), eles foram os vencedores da campanha”, finaliza Patrícia. As outras duas entidades de destaque na Campanha foram: 2° lugar – ABEUNI e 3° lugar – Associação Mineira de Cultura Nipo-Brasileira.

A entidade foi premiada com uma passagem de ida e volta, classe econômica, para o Japão, fornecida pela Qatar Airways. Pedro Rossini, representante da companhia, esteve presente no evento para realizar a entrega do prêmio.

ikoiDepoimento do Ikoi-no-Sono publicado na página do Facebook da entidade em 9 de outubro:

“… A comissão organizadora do VIII FIB, o nosso agradecimento pela oportunidade dada e pelas importantes recomendações recebidas durante a campanha, que potencializaram as nossas ações resultando em grande performance e alto valor agregado. O que mais nos orgulha nesta campanha, é que o nosso “post” mais visualizado, com mais de 65.000 pessoas alcançadas, mais de 900 curtidas, mais de 120 compartilhamentos e inúmeros comentários, teve como protagonistas os próprios residentes do Ikoi-no-Sono que carregaram a tocha olímpica ao redor do lago. …”

Também houve premiação ao pessoal que ajudava a potencializar o alcance do post compartilhando essas publicações durante os seis meses de realização da Campanha. Estes “influenciadores” de destaque foram: Juliana Tuda, do Interkaikans Beneficente, com a melhor pontuação em 4 meses, e Richard Matsuura, da ABEUNI, com a maior pontuação em 2 meses. Eles foram presenteados com vale-compras no valor de R$ 400 por mês ganho e a Juliana levou um iPad por ter a melhor colocação durante toda a campanha.

Números da Campanha FIB em Redes Sociais:

  • 7 entidades participantes
  • 2.496 novas curtidas nas fanpages
  • 3,6 novos posts por dia publicados
  • mais de 30 mil curtidas de publicações
  • mais de 778 mil visualizações das publicações

Conheça as páginas das entidades que aceitaram o desafio do 8º FIB:

www.facebook.com/abeuni.org
www.facebook.com/amcnb
www.facebook.com/associacaojaponesa
www.facebook.com/cjb.seinenbunkyo
www.facebook.com/kaifansc
www.facebook.com/ikoinosono
www.facebook.com/interkaikans

Como parte dessa palestra, a Patricia Takehana produziu um “Guia de Boas Práticas do Facebook”, visando gerar engajamento e alcançar mais pessoas (acompanhe a íntegra do material).

O 8º FIB foi patrocinado pela Fundação Kunito Miyasaka, Qatar Airways, Matsubara Hotel, Tradbras Importação e Expostação, Fast Shop, JBC e Murc Editora Gráfica Ltda.

{gallery}noticias/2016/outubro/8_fib/evento:::0:0{/gallery}

Confira o calendário de eventos completo