A HOMENAGEM DO PRÊMIO KIYOSHI YAMAMOTO

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

No próximo dia 5 de novembro, a Comissão do Prêmio Kiyoshi Yamamoto realiza, no Salão Nobre do Bunkyo, a cerimônia de outorga do 50º Prêmio Kiyoshi Yamamoto. Na ocasião, também estão programadas as comemorações alusivas à 50ª edição do Prêmio.

A presidente da Comissão, Izumi Honda, informa que, “neste tempo de pandemia, optou-se pela organização de uma cerimônia restrita em termos de público”. Lamenta: “considerava que esta comemoração de Jubileu de Ouro poderia ser grandiosa, condizente a importância do Prêmio, mas achamos que não deveríamos correr o risco de contaminação da Covid”.

Assim, informa, toda a cerimônia será gravada em vídeo e, oportunamente, transmitida no canal do Bunkyo Digital.

Os homenageados do 50º Prêmio Kiyoshi Yamamoto são:

Akira Kishimoto

O engenheiro agrônomo japonês, Akira Kishimoto, 81 anos, que ao longo de suas atividades profissionais, produziu o primeiro híbrido comercial de couve-flor no Brasil, promoveu melhoramentos genéticos de várias olerícolas e foi responsável pela introdução da técnica japonesa de adubação baseada na análise química completa do solo e na extração de nutrientes pela cultura.

Fumio Hiragami

Outro homenageado, Fumio Hiragami, 72 anos, no início da década de 1960 passou a se dedicar à fruticultura, mais especificamente à cultura do pessegueiro, e alguns anos após, mudou-se para São Joaquim (SC). Com sua experiência em diversas atividades agrícolas, especializou-se na cultura da maçã, especificamente na variedade Fuji, originária do Japão. Atualmente, além de maçã, produz também pera asiática, kiwi e uva vinífera.

Nobuyoshi Narita

O terceiro homenageado é Nobuyoshi Narita, 60 anos, engenheiro agrônomo com doutorado em horticultura pela UNESP de Botucatu (SP). Desde 2005, é pesquisador científico da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Sua área de atuação tem sido no desenvolvimento de pesquisas na área de fruticultura, principalmente com maracujá, pitaya, manga, amora preta, lichia e romã.

Confira o calendário de eventos completo