Dia 5 de novembro, estreia da TV Bunkyo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
May, Ricardo e Roberta

No próximo dia 5 de novembro, sexta-feira, finalmente, entra no ar, um projeto acalentado há vários anos. Trata-se da TV Bunkyo, um programa que vai tratar sobre diferentes temas da cultura japonesa.

Em 2019, quando o presidente Renato Ishikawa iniciava sua primeira gestão no Bunkyo, Henri Yuzo Arimura e Gioji Okuhara, respectivamente presidente e vice-presidente da Comissão de Comunicação, apresentaram a proposta da TV Bunkyo dando forma a uma antiga tentativa que surgiu em 2010.

A carência de recursos sempre foi o principal obstáculo para viabilizar a TV Bunkyo. 

Em 2020, diante da necessidade de isolamento social provocada pela pandemia, a tecnologia digital ganhou terreno trazendo para perto das entidades nipo-brasileiras, as lives e/ou transmissões on-line.

Ao mesmo tempo, nesse cenário de crise, as entidades puderam contar com o apoio financeiro da JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) para dar continuidade e/ou melhorar suas atividades sociais/culturais.

Nesse sentido, o projeto TV Bunkyo foi um dos contemplados pela JICA, cuja parceria com o Bunkyo (que deverá arcar com 10% dos recursos) possibilitará a produção de 20 programas de cerca de 30 minutos cada, a ser transmitido pela plataforma do Youtube.

Patte Takehana, coordenadora do projeto TV Bunkyo

Estabelecer a conexão com a cultura japonesa

Patrícia Takehana (Patte), diretora de Comunicação e coordenadora do Projeto TV Bunkyo, informa que a transmissão será semanal, a partir de 5 de novembro – toda sexta-feira, a partir das 19h, um novo programa será colocado no ar. Será um seriado totalizando 20 temas específicos e que, na estreia tratará sobre o sakê. Outros estarão enfocando temas como ikebana, gastronomia, lutas marciais, datas comemorativas, etc.

“A ideia é alcançar o público desconectado da cultura japonesa”, destaca Patte, “o pessoal que frequenta os kaikans, as entidades nipo-brasileiras, já está envolvido de certa forma e, agora, queremos estabelecer uma porta para que novas pessoas passem a ser interessar pela cultura japonesa”.

Ela esclarece que a grade da programação da TV Bunkyo foi estabelecida por uma comissão e, com base nisso, foram escolhidos os especialistas para cada assunto. As gravações foram feitas em diferentes locais (no próprio Bunkyo ou na academia de treino, por exemplo) ou ainda, via on-line utilizando-se a plataforma Zoom.

Preocupação com a qualidade profissional

“Nossa prioridade não foi fazer uma divulgação institucional do Bunkyo, embora isso acabe ocorrendo”, continua a coordenadora, “podemos dizer que usamos o Bunkyo enquanto uma referência para conseguir sensibilizar um público que ainda não está familiarizado com a cultura japonesa”.

Assim, de olho nesse “mote”, como define Patte, a escolha dos apresentadores da TV Bunkyo recaiu sobre profissionais “influencer” do mundo digital. São eles: May Fujikake (jornalista, apresentadora com passagens na Loading e Radio Banzai), Roberta Tiepo (cantora, comunicadora, locutora, apresentadora do Expresso Capital da Radio Capital) e Ricardo Sam (radialista, narrador de documentários, voice over, foi apresentador na Radio Transmérica e atualmente, no Grupo Bandeirantes de Comunicação).

“Este é um programa produzido em qualidade profissional”, ressalta Patte, “todo o pessoal da produtora contratada (Agariti Marketing e Promoção) vem do trabalho de tevê, com muita experiência em gravação, parte técnica e qualidade de imagem”. Garante que a série “está ficando muito boa”.

“Estamos bastante confiantes no sucesso da TV Bunkyo”, afirma o presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, “é uma oportunidade de estabelecer a tão desejada conexão dos jovens com a cultura japonesa, dando assim mais abrangência ao nosso propósito de trabalhar com essa moçada visando o futuro de nossas entidades”.

“Ao mesmo tempo, gostaria de expressar minha gratidão à JICA que nos proporcionou condições financeiras para, finalmente, concretizar o projeto da TV Bunkyo voltada à difusão da cultura japonesa”, completa o presidente Renato Ishikawa.

 

Confira o calendário de eventos completo